24/08/2010

Problemas de comunicação

Confesso que tenho alguns problemas de comunicação, muitas vezes não me faço entender, outras vezes nem eu me entendo, é verdade verdadinha…
Tenho dificuldades em expor aquilo que sinto, que penso, por palavras, confesso que o meu parlapié não é muito vasto… não gosto muito de falar, prefiro escrever… feitio fazer o que… se me derem um papel e caneta então as coisas mudam de figura… adoro escrever…
Mas tudo isto ainda se torna mais difícil, quando as pessoas exigem de nós, quando ficam á espera de 1001 palavras da minha parte, para exprimir, uma ideia, uma sugestão, um ponto de vista… eu gosto de falar, conversar sobre tudo e sobre nada, mas também gosto de conversar com pessoas que apreciem aquilo que eu digo, que ouvem sem criticar, que percebam o que eu quero dizer, sem muitos porquês, gosto de dizer aquilo que penso, sem me sentir na obrigação de dizer apenas e somente aquilo que as outras pessoas estão à espera de ouvir, aquilo que querem ouvir, obrigando-me a não ser eu mesma…
E eu não gosto disso, sinto-me revoltada com isso e isso faz com que eu me feche, que fique inibida de falar e conversar, porque nunca sei o que dizer, porque tenho terror de ser criticada e porque sinceramente não estou para isso… porque sei que vão implicar comigo, porque vou sempre de encontro ao que estão a pensar, porque me acham parva por estar a pensar e dizer certas e determinadas coisas, porque não posso conversar á hora que quero, só porque quero e pronto….
Porque muitas vezes tenho que andar ao toque dos outros e o mais engraçado é que depois sou atacada por andar ao toque dos outros, porque quando tento conversar sobre aquilo que me aflige, chateia, deixa triste, magoada não sou ouvida, apenas porque não estão virados para conversas da treta, porque muitas vezes aquilo que eu penso não interessa, apenas porque o teor da conversa se baseia em mim…
São estas as razões que muitas vezes me fazem fechar em mim e não conversar sobre determinadas coisas… porque nunca acerto, porque nunca falo na hora certa, porque se digo isto é aquilo e se digo aquilo é isto… digo branco e é preto, digo preto e já é amarelo, é difícil, nunca nada está bem… nestas alturas o meu feitiozinho menos bom é accionado e pronto… calo-me e chateiam-se comigo por eu me calar e sou logo pintada com as piores cores… enfim… o ideal, e falarem conversarem sobre tudo e sobre nada a qualquer hora e a hora nenhuma… e se alguém ficar chateado… é assim… se a comunicação falha, falha muita coisa, depois o que podia ser resolvido na altura, arrasta-se e dia para dia torna-se um bola de neve ás vezes com proporções enormes… chateia-me não conseguir falar e expor o que estou a sentir, e isso era muito importante… mas há feitios que não permitem que isto aconteça…

2 comentários:

  1. Tambem tenho bastantes e identifico-me imenso com o que escreveste. ***

    ResponderEliminar
  2. a comunicação em qualquer tipo de relação é muito importante... tenho muita pena de não poder ser tão comunicativa como gostaria mas muitas vezes "cortam-me as pernas"

    um beijinho Rita**

    ResponderEliminar

Obrigado pelo comentário...

Mereces um docinho =)