13/09/2008

Gosto de ti...

“Quando se gosta, gosta-se da esquerda para a direita, da direita para a esquerda. De cima para baixo, de baixo para cima. Na diagonal. A cores. A preto e branco. A guache. A acrílico. A marcadores, a grafite, a caneta preta, verde e roxa. De pernas para o ar, de braços esticados. A fazer o pino, a cambalhota, a roda, a rodada. Gosta-se a plasticina, a carvão, a quente, a frio. A congelado, a escaldar. Gosta-se bem e mal passado. Gosta-se a correr, a caminhar. Gosta-se à chuva e ao sol. Gosta-se a rir, a gritar, a chorar, a falar, a berrar. Gosta-se às trincas, às garfadas, às colheradas. Gosta-se com prato e sem prato. Gosta-se com musica, com desenhos, com pinturas. Gosta-se com baton e com rímel. Gosta-se de olhos abertos, de olhos fechados, no escuro e à luz. Gosta-se por tudo. Gosta-se por nada. Gosta-se.
Eu, gosto. ...Gosto de ti!...”

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigado pelo comentário...

Mereces um docinho =)