30/10/2007

Dia Nacional de Prevenção do Cancro da Mama

Um dia que para mim não pode passar sem ser assinalado...

Hoje é o Dia Nacional de Prevenção do Cancro da Mama, Os Homens também choram» é o nome da campanha que será lançada hoje pelo Movimento Vencer e Viver (MVV) para «ajudar os homens a ajudar» mulheres afectadas por esta doença, noticia a Lusa.
A campanha «Os Homens também choram» pretende que os homens «que têm na sua vida uma mulher que sofra de cancro da mama» deixem de ser parte do problema, para passar a ser parte da solução, explicou à Lusa a coordenadora nacional do MVV, Conceição Matos
«O que queremos mostrar é que os homens não estão sozinhos, que percebemos que também enfrentam dificuldades, queremos ajudá-los a lidar com os seus sentimentos e com a doença. Só desta forma é que também nos conseguem ajudar», afirmou. «Eles choram connosco», acrescentou.
A campanha é dirigida aos «companheiros» de mulheres com cancro de mama, uma designação que abrange maridos, filhos, pais, amigos e colegas de trabalho, e consiste na distribuição em centros de saúde e hospitais com valências relacionadas com a doença - rastreios, consultas e cirurgias - de folhetos «semelhantes a marcadores de livros, que colocam uma ou duas questões e dão dicas que ajudam a lidar com o problema», explicou Conceição Matos.
A coordenadora nacional do MVV, uma associação de apoio a mulheres com cancro da mama ligada à Liga Portuguesa Contra o Cancro, acrescentou ainda que nestes locais vão também ser colocados cartazes que alertam para os objectivos da campanha, e disponibilizadas brochuras para «os homens que acompanham as mulheres às consultas e que querem saber mais».
No âmbito desta campanha vão também funcionar, já a partir de Novembro, nas instalações do MVV e da Liga Portuguesa contra o Cancro, em Lisboa, grupos de entre ajuda para homens afectados pelo problema, orientados por psicólogos e de frequência gratuita, com sessões em horário pós-laboral, entre as 18h30 e as 19h30
A partir de hoje está também disponível o site www.elestambemchoram.com, no qual os destinatários da campanha vão poder descarregar informação sobre a doença, ficar a par de futuras iniciativas e participar num fórum que «pretende promover o diálogo entre os afectados pela doença».

O cancro da mama é a principal causa de morte nas mulheres entre os 35 e os 59 anos, vitimando quatro portuguesas por dia e entre 5 a 10 por cento do total, os casos são hereditários.
Segundo a Sociedade Portuguesa de Senologia, em Portugal surgem anualmente cerca de quatro mil novos casos de cancro da mama. Destes, 1.500 acabam por resultar na morte das doentes.

Infelizmente estou a conviver com esta doença não directamente, mas devido a uma familiar muito próxima, tem sido muito complicado, porque por mais informação, por mais ajuda que há, quem vive com esta doença ou quem convive com ela, nunca esta preparado, apesar de tudo não estamos preparados, a minha prima esta a sofrer muito, porque infelizmente o cancro dela, na minha opinião, devido a negligência da médica dela, esta avançado.. mas tenho que louvar o meu primo, pelo companheirismo, pela dedicação, pelo carinho nas horas mais difíceis, por estar a sofrer quase tanto como a minha prima, mas por nunca o demonstrar à frente dela nem da filha de apenas 11anos, é preciso ter muita coragem, é preciso ser forte... Toda a família esta solidaria, fazemos o nosso melhor seja com um gesto de carinho ou com palavras amigas, todos olhamos para ela e dizemos,” têm fé, vai correr tudo bem”, mas com estas palavras vêm as lagrimas, a tristeza, o medo tanto da nossa parte como da parte dela... é inevitável, mas se perdemos a fé e a esperança, o que é que resta mais...quem convive com a doença jamais pode perder a fé e a esperança...Jamais...

Sem comentários:

Enviar um comentário

Obrigado pelo comentário...

Mereces um docinho =)